Notícias


Clique no título para ler na íntegra

Porto Seguro confirma presença no Conec

A Porto Seguro confirmou que estará presente na 18ª edição do Congresso de Corretores de Seguros do Estado de São Paulo (Conec). O evento será realizado entre os dias 27 e 29 de setembro, no Transamérica Expo Center, na capital paulista, e tem como tema “Distribuição de seguros: essa força é nossa!”. Os Corretores serão recebidos pela Porto Seguro em um estande através dos quais os visitantes poderão conhecer mais sobre os produtos e serviços oferecidos pela seguradora. Quem visitar poderá acompanhar atrações interativas e entrega de brindes, além da presença dos executivos da companhia. “O Conec é uma excelente oportunidade para nos unirmos aos Corretores de seguros, que são nossos principais parceiros de negócio, para debatermos sobre o atual momento do setor, trocarmos experiências e entendermos as melhores práticas, tendências e possibilidades de evolução para o mercado”, comenta Roberto Santos, presidente da Porto Seguro. Os executivos da companhia participarão de três plenárias. No dia 28, às 9h, o presidente da seguradora participará da discussão sobre o “Papel do mercado de seguros na construção do futuro”, e às 11h, Rivaldo Leite, Diretor Geral da Porto Seguro, integrará o debate sobre “O carro do futuro e o mercado de seguros”. No dia 29, às 9h, o Superintendente Executivo de Planejamento Comercial da Porto Seguro, Eduardo Weber, irá realizar uma apresentação sobre o tema “Insurtech: tecnologia do presente – Preparando para o futuro da corretagem de seguros”. Serviço Porto Seguro no Congresso de Corretores de Seguros do Estado de São Paulo. Local: Transamérica Expo Center – Estande 33 (próximo ao auditório principal). Endereço: Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 –...

Dicas para o Corretor trabalhar com clientes do setor de comércio

Que o empreendedorismo cresce no Brasil, isso é inegável. Todos os dias novas empresas são criadas e isso significa mais oportunidades para os seguros empresariais. De acordo com o relatório GEM (Global Entrepreneurship Monitor) de 2017, conduzido pelo IBQP (Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade) com apoio do SEBRAE, o número total de empreendedores no Brasil já ultrapassa a marca dos 49 milhões de pessoas. Por isso, a Liberty Seguros, reuniu sete dicas para atender esses empreendedores, além de proporcionar condições e conhecimento para que eles conquistem cada vez mais esses clientes. Confira abaixo as dicas da seguradora: Fale a língua do empreendedor. Vender um seguro para um empreendedor não é como negociar com uma grande empresa, tampouco como orçar para um Seguro Auto ou Seguro Vida para pessoas físicas. Os corretores devem entender que estão ajudando a proteger um patrimônio que é a realização de um sonho e é o sustento do segurado e de sua família. O cliente empreendedor busca tranquilidade e perspectiva de futuro, e um bom seguro tem a tudo a ver com isso, além de custar menos do que ele imagina: outra coisa a ser valorizada. Protegendo um sonho. Ter o próprio negócio é considerado um sonho realizado na vida dessas pessoas empreendedoras. Por mais que o baixo orçamento seja um ponto racional levado em consideração, o aspecto emocional também influencia bastante no momento da tomada de decisões, principalmente das que afetam diretamente o futuro do empreendimento. Neste caso, corretores podem mostrar que proteger um sonho custa bem menos do que empreendedores imaginam e é um bom negócio. Planejamento é tudo. Na rotina de...

Riscos cibernéticos é tema de palestra na Câmara Espanhola de Comércio

A Câmara Oficial Espanhola de Comércio no Brasil promoveu o evento “Gestão de Seguros e o Impacto Financeiro para Organizações”. O encontro que aconteceu no dia 19 teve entre seus participantes, Hellen Deungaro Fernandes, gerente de Linhas Financeiras da Zurich, que deu contribuição no painel Cyber na palestra “Riscos Cibernéticos e as diferentes responsabilidades dentro da organização”. Ela abordou o seguro de risco cibernético do ponto de vista de gerenciamento, ressaltando a responsabilidade de todos os membros de uma companhia na prevenção. Hellen também discutiu temas como perda de produtividade, custos de compliance, lucros cessantes e outros prejuízos que a falta de cuidado na rede pode acarretar às empresas. “A relevância para o assunto vem da necessidade das empresas em proteger os dados de seus clientes e funcionários, frente à sua responsabilidade quanto à privacidade e segurança desses dados, que são cada vez mais alvo de ataques cibernéticos”, explica Hellen. A conferência, em sua primeira edição, irá contar com a participação dos principais players de seguros para o compartilhamento de visões e experiências do setor. É aguardada a presença de um público de perfil variado, que possua interesse no setor de seguros. Os demais temas abordados serão: Gestão de riscos; Saúde e Vida:  Métodos práticos das empresas para controle de custos em saúde; Garantias: seguros garantia, depósito recursal e performance bond. O post Riscos cibernéticos é tema de palestra na Câmara Espanhola de Comércio apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Riscos cibernéticos é tema de palestra na Câmara Espanhola de...

Aconseg-SP mostra pujança do interior

Executivos de seguradoras e representantes de assessorias de seguros marcaram presença em evento Em reunião promovida pela Aconseg-SP, em Campinas, os números apresentados mostraram o potencial do interior paulista para os executivos de assessorias e de algumas seguradoras parceiras que marcaram presença, como SulAmérica, Sompo Seguros, Tokio Marine, Suhai e Bradesco. “Temos certeza que o interior é muito importante para o nosso mercado e percebemos que há um espaço muito grande para crescer. Há nove assessorias na Aconseg-SP trabalhando o interior do estado, algo em torno de 3 mil corretores atendidos por elas”, destaca o presidente da Aconseg-SP, Marcos Colantonio. Ele ressalta que o objetivo da reunião no interior de São Paulo é estar mais próximo às assessorias. “A intenção é de discutir alguns assuntos e criar estratégias exclusivas para o interior, além de falarmos pessoalmente e propormos esse encontro entre as assessorias e os executivos das seguradoras”. Ricardo Montenegro, vice-presidente da Aconseg-SP, mostrou alguns números inéditos que mostram o potencial das assessorias do interior de São Paulo. “A Aconseg-SP atende 26% dos corretores do estado, concentrando na capital, mas assessorando 9 mil corretores no interior, isso representa 30% dos profissionais de todo o estado, que já trouxeram R$ 330 milhões em prêmios em 2017”. Segundo ele, o interior produz metade dos prêmios emitidos. “Considerando a produção do Brasil, sem VGBL e DPVAT, metade é no interior e metade na capital, com R$ 28 bilhões em prêmios emitidos no ano de 2017, em cada região”. Montenegro ainda completa ao dizer que “A Aconseg-SP, nos últimos dois anos, apresentou crescimento de cadastro de corretores de aproximadamente 35%, entre 2016 e...

AL tem mais de 1,5 mil indenizações pagas por invalidez decorrente de acidentes

De janeiro a maio de 2018, 2.940 seguros DPVAT foram pagos no estado; acidentes com moto representam a maior parte das ocorrências Quase 3 mil indenizações foram pagas a vítimas de acidentes de trânsito em 2018, de acordo com dados divulgados pela seguradora Líder, responsável pela gestão do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT). Nos últimos dois anos, foram registradas mais de 7 mil indenizações no estado. Entre os pagamentos de janeiro a agosto de 2018, mais de 1.500 representa indenizações por invalidez permanente, sendo o mais representativo, no volume de 2.940. De acordo com levantamento da Seguradora Líder, Alagoas reduziu em 5,88% em relação ao mesmo período de 2016 os casos de acidentes fatais, sendo registrados 448. As demais coberturas representam 3,74%, 335, das indenizações pagas no estado. No entanto, como o prazo prescricional para a solicitação do benefício do seguro DPVAT é de até 3 anos, os dados podem sofrer alterações conforme as ocorrências são avisadas pelas vítimas e beneficiários. O Seguro DPVAT garante indenizações em três tipos de cobertura por: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e assistenciais (DAMS). Semana Nacional de Trânsito Na Semana Nacional de Trânsito, a Seguradora Líder divulgou um boletim especial apresentando os números de acidentes ocorridos no último ano e indenizados pelo Seguro DPVAT. Nos últimos dois anos, ocorreram mais de 560 mil acidentes no país e, segundo o levantamento, jovens entre 18 e 34 anos representam a maior parte das vítimas indenizadas pelo Seguro DPVAT em 2017. Apenas em 2017, foram mais de 245 mil acidentes registrados no país, sendo que em...

CNC: intenção de consumo aumenta 1,5% em setembro

O Índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 86,9 pontos em setembro de 2018, registrando alta de 1,5% em relação ao mês passado. Na comparação anual, o aumento foi de 13,2%. Mesmo completando 41 meses abaixo dos 100 pontos, a pesquisa mostra elevação da confiança mesmo diante do cenário de incertezas. Todos os subíndices que compõem a ICF aumentaram na variação mensal, com destaque para três que subiram acima da média: Renda Atual (+2,5%), Nível de Consumo Atual (+2,4%) e Momento para Duráveis (+2,2%). Já na comparação anual, observam-se elevações consideráveis, como Nível de Consumo Atual (+24,9%) e Perspectiva de Consumo (+22,6%), bem acima das demais variações. “A alta da intenção de consumo pode ser atribuída a alguns fatores que influenciam as decisões de consumo das pessoas, como preços e renda”, diz o economista da CNC Antonio Everton. “Outro fator que explica o incremento da intenção de consumir é a liberação dos recursos do PIS/Pasep para os cotistas destes fundos”, complementa. Outra consequência associada à redução do processo inflacionário é a alta mensal do subíndice Renda Atual (+2,5%): o nível registrado em setembro deste ano (101,8 pontos) é 13,2% maior do que no mesmo período de 2017. A pesquisa também aponta que o nível de consumo melhorou em relação a 2017. Se em setembro de 2018 era maior para 18,3% da população pesquisada e menor para 50,6%, no mesmo mês do ano passado apresentava-se maior para 13,8% e menor para 59,6%. A análise da CNC destaca ainda o comportamento das famílias em relação ao mercado...

Ministros da Justiça, Torquato Jardim, e do STF, Luís Roberto Barroso, confirmam presença no 4° Fórum da Saúde Suplementar

Com inscrições ainda abertas e gratuitas, o evento acontecerá nos dias 22 e 23 de outubro, no Rio de Janeiro Com a presença confirmada do ministro da Justiça, Torquato Jardim, e do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, o 4º Fórum da Saúde Suplementar, organizado pela Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), reunirá líderes nacionais e internacionais, nos dias 22 e 23 de outubro. O evento, que será realizado no Windsor Convention & Expo Center, no Rio de Janeiro, promoverá uma ampla discussão sobre o atual cenário da Saúde Suplementar no Brasil, com ênfase na busca pela melhoria da qualidade dos serviços prestados. As inscrições são gratuitas e ainda estão abertas no site: https://bit.ly/2CN02In. “O debate sobre os custos elevados gerenciados pelos planos de saúde precisa reunir representantes das mais diversas esferas, além da cadeia de valor da área Saúde. Nesse sentido, a presença ilustre de autoridades e especialistas nacionais e internacionais permitirá visões diferentes em busca de soluções para o segmento”, afirma a presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes. No dia 22, a solenidade de abertura contará com a presença da presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes; do Ministro de Estado da Justiça, Torquato Jardim; do presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (Cnseg), Marcio Serôa de Araujo Coriolano e do presidente do Instituto Coalizão Saúde, Claudio Luiz Lottenberg. Em seguida, o convidado internacional, Robert Pearl, diretor executivo e CEO do The Permanente Medical Group, abordará os ‘Dilemas da assistência à saúde no mundo’ em palestra magna. Dando início aos debates, o diretor presidente do...

A importância do diálogo para esclarecer o crescimento das despesas per capita na saúde suplementar

O psicólogo Daniel Kahneman, laureado com o Nobel de economia, conclui por suas pesquisas que pensamos de duas formas, “Rápido e Devagar”, que também é o título de seu livro. A rápida não exige esforços mentais, é instintiva e muito afetada por lembranças recentes ou episódios marcantes, ainda que sem relevância para o assunto pensado. A outra exige raciocínio, concentração, análise, portanto grande esforço mental. Nosso pensamento corriqueiro normalmente se vale da primeira forma e por isso cometemos erros sistemáticos. Refiro-me a esses conceitos de Kahneman porque nossas reações mais comuns ao que ouvimos tendem a ser do tipo rápido de pensar, afetadas pela pressão da crise econômica que estamos vivendo, por lembranças recentes ou visões sedimentadas em nossas mentes ainda que nem sempre corretas ou relevantes. Assim, sentenças vocalizadas por operadoras de planos de saúde são automaticamente “interpretadas” à luz dessas reações instintivas, afetadas pelas imagens arraigadas nas mentes sobre essas entidades. Se apontarem que a despesa cresceu porque aumentou a frequência da utilização, a forma rápida de pensar induz os consumidores a entenderem como as operadoras atribuindo a “culpa” pelo aumento das despesas a eles próprios. Se apontarem para o significativo aumento do custo médio da internação, os hospitais tendem a entender que as operadoras os culpam pelo aumento dos custos. Obviamente, ambos negam qualquer responsabilidade e devolvem a culpa às operadoras que não fiscalizariam nem gerenciariam a utilização, os preços, os materiais utilizados, os protocolos seguidos pelos prestadores etc. etc.. E todos perdem com esse tipo de reação, pois a percepção equivocada, que fica para a sociedade e as autoridades, é de que há um descontrole total...

Vice-Presidente da ABECOR-Re participa do projeto Memória do Seguro Brasileiro

O vice-presidente da Abecor-Re, Eduardo Toledo, concedeu entrevista ao projeto Memória do Seguro Brasileiro produzido pela Academia Nacional de Seguros e Previdência – ANSP. O projeto visa registrar em vídeo as histórias de executivos que contribuem com o desenvolvimento, aperfeiçoamento e disseminação da cultura do seguro. O acervo reúne cerca de 130 depoimentos e pode ser encontrado no site da Academia (www.anspnet.org.br). Eduardo relembrou o início da sua trajetória no mercado. “Comecei jovem, em 1989, quando um primo meu que trabalhava no setor de seguros me incentivou a começar vender seguros para meus amigos, pois eu tinha um hall de amigos muito grande”. A partir daí, Toledo demonstrou mais interesse pelo setor e buscou se aperfeiçoar, “me formei como corretor de seguros pela Funenseg em 1991”,afirmou. Já em 2016, incentivado por executivos de Londres, Eduardo recebeu a oportunidade de montar um Broker de resseguros independente. “Junto com outros sócios, um deles Fábio Basilone, decidimos montar a Som.us: uma empresa corretora de resseguros e que, também, tem uma operação wholesale, uma assessoria que atende mais de 3.000 corretoras de seguros de pequeno e médio porte”, explica. No depoimento, Eduardo também abordou o futuro do seguro. Para ele, é preciso sair do trivial e ser menos burocrático. “É aquela teoria, quanto mais você simplifica, mais pessoas aderem e, partindo do princípio original do seguro, que é o mutualismo, quanto mais pessoas aderirem, mais caixa terá para indenizar“. O vice-presidente da ABECOR-Re acredita que daqui a 50 anos, principalmente com os avanços, o seguro será um grande massificado. “Será um commodity que vai entrar de uma maneira muito mais amena na vida das pessoas e das empresas, será...

Como a internet pode ajudar o Corretor de Seguros em suas atividades?

No programa Pare e Pense do dia 19/09, da TV CQCS, Gustavo Doria, diretor executivo do CQCS, destacou os benefícios que a internet pode trazer para o trabalho do Corretor de Seguros em suas atividades do dia-a-dia. Um exemplo de como redes sociais podem ajudar no desenvolvimento de atividades do dia-a-dia do Corretor é o Grupo Bom dia Seguro, do CQCS, que abarca profissionais que diariamente trocam informações sobre o mercado e também sobre os problemas que enfrentam normalmente. “Não  raramente vemos Corretores de Seguro colocando situações de riscos que são difíceis para ele”, explica Gustavo Doria. A solidariedade nesses casos é fundamental, uma vez que todos possuem questionamentos dentro do mercado e podem precisar de ajuda em uma situação diferente. “Pare e pense, se você ajudar o colega na colocação de risco dele, se quando você precisar ele não estará a sua disposição”. Confira o vídeo na íntegra:   Com base na matéria um dos Corretores leitores do CQCS pede auxílio sobre risco complexo, clique aqui e ajude. O post Como a internet pode ajudar o Corretor de Seguros em suas atividades? apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Como a internet pode ajudar o Corretor de Seguros em suas...

Assembleia Legislativa de Pernambuco faz homenagem aos 50 anos da Fenacor

No dia 24 de setembro, a Assembleia Legislativa de Pernambuco vai fazer uma reunião solene pelos 50 anos da Fenacor. A reunião foi convocada pelos deputados Eriberto Medeiros e Eduino Brito. O vice-presidente da Fenacor e presidente do Sincor-PE, Carlos Valle, disse em entrevista exclusiva ao CQCS que a sessão ganha ares de importância não só pela data – a homenagem aos 50 anos da Fenacor – mas porque o ato simboliza o “ reconhecimento da importância de uma categoria”, destacou. Ele ainda lembrou uma das mais recentes conquistas da Fenacor: a inclusão do Corretor no Simples. “Isso, no mínimo, merece reconhecimento por parte da categoria. A Fenacor conseguiu manter-se viva porque soube tratar bem as questões que afligiam o corretor”, finalizou. O post Assembleia Legislativa de Pernambuco faz homenagem aos 50 anos da Fenacor apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Assembleia Legislativa de Pernambuco faz homenagem aos 50 anos da...

Mitsui Sumitomo vai ao InsureTech Connect focada em prevenção de fraude e inteligência artificial

A Mitsui Sumitomo será uma das seguradoras brasileiras que estarão presentes ao InsureTech Connect (ITC) deste ano, representada por Helio Kinoshita, vice-diretor presidente da companhia. “Esta será minha estreia no ITC, mas pela excelente experiência que tive no CQCS Insurtech & Inovação, só posso estar com uma alta expectativa em termos de adquirir novos conhecimentos, verificar novas soluções e principalmente desenvolver novos networkings”, afirma. De acordo com ele, a Mitsui tem discussões internas sobre inovação e que estão conectados à estratégia da seguradora. Por isso, dois temas vão merecer atenção especial da seguradora durante o ITC: prevenção de fraude e inteligência artificial na precificação e avaliação de portfólio de produtos de varejo. O executivo avalia ainda que o mercado brasileiro vem se transformando rapidamente, acompanhando a tendência internacional. “Esta transformação é de suma importância para fomentar o mercado de seguros no Brasil”, acredita. De acordo com ele, a multinacional está atenta a este cenário. Recentemente, iniciou um Grupo de Trabalho voltado às discussões sobre o meio digital, do qual o Brasil também faz parte. “A Inovação é um dos cinco valores do Grupo e este assunto é levado muito sério na organização”, revela. Como se não bastasse, o grupo Mitsui Sumitomo tem um escritório no Vale do Silício (USA) – denominado “Garage” – onde as operações de todo o mundo podem ter acesso. Essa iniciativa facilita a identificação de soluções e seus respectivos provedores. Por tudo isso, a participação no InsureTech Connect 2018 é vista com otimismo. “A expectativa é que possamos aprender, pesquisar e atualizar com o ITC, e auxiliar-nos a planejar a implementação destes dois pilares estratégicos: eficiência...