Notícias


Clique no título para ler na íntegra

Ciclo de palestras com a HDI volta em agosto

  O importante ciclo de palestras “Internet das coisas e o seguro auto”, realizado em parceria Sincor e HDI Seguros, vai voltar em agosto. Quem assistiu, comprova a qualidade do tema e de como ele pode ser usado no dia a dia de nossas empresas.   Anote aí as futuras datas e cidades:   7 de agosto, SANTA CRUZ DO SUL 8 de agosto, SANTA MARIA O post Ciclo de palestras com a HDI volta em agosto apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Ciclo de palestras com a HDI volta em...

Chubb Brasil apresenta vice-presidente de P&C

Na companhia desde 2011, Leandro Martinez será responsável pelo P&L de Global, Middle Market/SME e Resseguros Leandro Martinez assumiu a vice-presidência de Subscrição de P&C da Chubb Brasil, reportando-se diretamente ao presidente executivo, Antonio Trindade, e funcionalmente a Pablo Korze, vice-presidente Sênior de P&C Commercial. Martinez será responsável pelo P&L de Global, Middle Market/SME e Resseguros. O executivo está na companhia desde janeiro de 2011 e, em agosto de 2014, passou a desempenhar o papel de vice-presidente Regional de Linhas Financeiras, onde contribuiu com desenvolvimento das carteiras de D&O, PI, FI e Cyber na América Latina. Currículo Leandro é advogado, pós-graduado em Direito Civil e de Empresas, com MBA pela FGV e extensões em mercado de capitais pela Escola Superior de Advocacia da OAB de São Paulo. (Foto: Leandro Martinez) O post Chubb Brasil apresenta vice-presidente de P&C apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Chubb Brasil apresenta vice-presidente de...

Principais projetos aprovados na área de transportes

Frete mínimo Resultado dos acordos do governo para o fim da greve dos caminhoneiros, a Medida Provisória 832/18, aprovada pela Câmara dos Deputados, permite à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fixar um valor mínimo para o frete no transporte rodoviário de cargas. A matéria aguarda sanção presidencial. De acordo com o texto, o processo de fixação dos pisos mínimos de frete deverá ser técnico, ter ampla publicidade e contar com a participação de representantes dos embarcadores da mercadoria, dos contratantes dos fretes, das cooperativas de transporte de cargas, dos sindicatos de empresas de transportes e de transportadores autônomos de cargas. Caberá à ANTT regulamentar essa participação. O frete deverá ser definido, em âmbito nacional, de forma a refletir os custos operacionais totais do transporte, com prioridade para os custos do óleo diesel e dos pedágios. Quando as novas regras entrarem em vigor, será proibido celebrar qualquer acordo ou convenção, individual ou coletivamente, no sentido de praticar fretes em valores inferiores aos pisos mínimos. Embora constante do texto, a anistia aos caminhoneiros e às empresas transportadoras em relação às multas e sanções relacionadas à greve deverá ser vetada pelo presidente da República, Michel Temer. A tabela do frete deverá ser montada considerando-se o quilômetro rodado por eixo carregado, as distâncias e as especificidades das cargas segundo a definição dada pela própria MP (carga geral, a granel, de frigorífico, perigosa ou neogranel). Sempre que o preço do óleo diesel no mercado nacional variar, para mais ou para menos, além de 10% do valor usado na planilha de cálculos, a ANTT deverá publicar nova tabela, considerando a variação no preço do...

MBA Executivo oferece especialização em diferentes ênfases do seguro

O mercado de seguros vem passando por transformações com a chegada de novos investimentos e o foco em produtos mais rentáveis. Este movimento tem valorizado perfis profissionais mais arrojados e preparados para cargos de gestão. Visando atender aos gestores que buscam especialização neste mercado, a Escola Nacional de Seguros irá lançar, em outubro, o MBA Executivo em Negócios de Seguros. O curso é destinado a executivos e oferece, em um curto espaço de tempo, um forte conhecimento em gestão e liderança em paralelo com especializações nas áreas mais demandas pelo mercado segurador. O MBA poderá ser concluído em um ano e o conteúdo é dividido em quatro módulos, voltados para as áreas de Finanças, Processos, Produtos e Pessoas. Como diferencial, o programa oferece ainda ênfases a serem escolhidas pelo próprio aluno, em áreas de especialização do setor. Serão quatro opções: Direito do Seguro; Seguros Patrimoniais e de Responsabilidade Civil Geral; Seguros de Transporte; e Gestão de Riscos. “Em períodos de sérias restrições econômicas, cursos executivos atendem perfeitamente a necessidade de atualização. Eles são mais rápidos, têm melhor custo-benefício, um forte network e conteúdos que surgiram do próprio mercado”, afirma o diretor de Ensino Superior da Escola, Mario Pinto. Os interessados em obter mais informações devem entrar em contato pelo e-mail posgraduacao@ens.edu.br. O post MBA Executivo oferece especialização em diferentes ênfases do seguro apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS MBA Executivo oferece especialização em diferentes ênfases do...

Insurtech: Uma demanda que resigna o corretor

Muitas informações têm sido escritas a respeito das INSURTECHS, mas muitas dessas notícias destoam de nossos objetivos profissionais. Por isso, acho muito importante a iniciativa do Gustavo Dória, no evento do C q c s, em colocar esse conhecimento da tecnologia no seguro, de forma esmiuçada, para o mercado debater. Afinal, essa compreensão interessa a toda indústria do seguro. Porém, neste meu assunto e em relação as INSURTECHS, algumas outras informações e comentários estáo colocando todas as nuances no mesmo tacho. Resultado: Distração. O problema é a venda sem corretor nas INSURTECHS. Ou a desregulamentação da corretagem. Pois, seguro e tecnologia abrangem a evolução. E seguro/tecnologia, burlando o corretor de seguros – principalmente pequenos e médios –, resulta em resignação profissional, com resultados ameaçadores à carteira do angariador. O seguro, como ciência, portanto, está claramente associado à evolução e tecnologia. E é justamente, por isso, que vou mudar o foco do enfrentamento: -INSURTECH sem corretor? É isso que está acontecendo! INSURTECH sem corretor! Sem corretor! S E M C O R R E T O R. E o corretor? Essa pergunta é para o corretor responder, se quiser; se amar o que faz; se compreender o perigo; se parar para pensar. Incrível, na desconfiança, todo interesse não condiz com a minha solução lógica: Corretor na ponta. Desconfiança de que o corretor pode não ser o maior e nem o melhor parceiro para a seguradora; ou a mesma descrença de que o corretor é somente mais um canal; ou que é difícil segurar a posição de uma profissão cada vez mais ameaçada com disposições ou indisposições produzidas para deixá-lo de...

Papel do corretor de seguros é tema de reportagem especial na Revista Aconseg-RJ

Os corretores independentes são o canal de vendas mais importante do mercado de seguros. Mesmo com o boom das vendas on-line, que movimentam diversos setores da economia, eles são responsáveis por 71% a 81% da receita total do setor. A explicação está nas particularidades de distribuição desse produto, conforme aponta o estudo realizado pelo economista Valdemiro Cequinel Belli, “A intermediação do Seguro no Brasil e os Novos Canais de Venda”, para a Escola Nacional se Seguros. O trabalho é citado no caderno especial “A força do corretor”, que abre a 30ª edição da Revista Aconseg-RJ. Entre outros dados, a reportagem cita pesquisa realizada em 2015 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil): indagadas sobre o que jamais comprariam na internet, o seguro foi o item mais citado por pessoas que já têm o hábito de fazer compras on-line. A matéria especial traz ainda um panorama sobre a formação dos corretores de seguros no Brasil hoje e como as novas tecnologias estão sendo incorporadas nesse setor que, aos poucos, perde a fama de conservador. Na nova edição da revista, também é possível conferir matéria sobre os 20 anos da Aconseg-RJ. E o aniversário vem junto com a assinatura de uma nova parceria com a companhia HDI Seguros. “É uma chance de comemorarmos a data especial de 20 anos da nossa organização conquistando mais um espaço de atuação”, afirma o presidente da entidade, Luiz Philipe Baeta Neves. Leia a publicação completa em: www.aconseg-rj.com.br/revista. Sobre a Aconseg-RJ | Fundada em 1998, a Associação das Empresas de Assessoria e Consultoria de Seguros do Estado do Rio de Janeiro (Aconseg-RJ) é uma entidade que reúne as assessorias...

Choque séptico não é morte acidental prevista em seguro de vida, decide juíza

Para fins de seguro de vida, acidente pessoal é evento súbito, involuntário e violento, com data exata e que tem como consequência direta a morte ou invalidez permanente. Com esse entendimento, a juíza Débora Maria Barbosa Sarmento, da 7ª Vara Cível do Rio de Janeiro, avaliou que choque séptico não se enquadra nesse conceito e negou indenização da Itaú Seguros aos filhos e esposa de um homem vítima de morte natural. A família afirmou ser beneficiaria do seguro de vida do falecido e alegou que a empresa se recusou a pagar a indenização com o argumento de que a causa da morte não estava no contrato. Segundo a certidão de óbito, o homem morreu de choque séptico, infecções pulmonar e abdominal e angina instável, eventos considerados pelos autores como externos e não relacionados com doença. Já o Itaú destacou que o segurado teve morte natural, que não estava coberta pelo contrato de R$ 427 mil. A mesma tese utilizada para negar a indenização à família foi sustentada junto à 7ª Vara Cível do Rio: o termo firmado seria de cobertura para morte acidental e acidente pessoal. Em perícia técnica indireta, feita durante o processo com análise de documentos médicos, foi constatado que a morte do segurado ocorreu por causa de doenças que já o acometiam. O laudo concluiu que a morte foi natural e que o termo “choque séptico” não se enquadra no conceito de acidente previsto no contrato. Além disso, a juíza Débora Sarmento também ouviu uma testemunha da autora que afirmou que o morto sofria de aterosclerose coronária, uma doença crônica e degenerativa. Isso corroborou a tese...

Mercado de seguros busca profissionais qualificados

 Obtenha a certificação para corretagem, o exame para Habilitação de Corretores de Seguros está com as inscrições abertas Com crescimento de 7% no último ano e perspectiva de expansão em 2018, o setor de seguros no Brasil segue absorvendo novos profissionais e gerando oportunidades para os que já atuam nesta indústria, como os corretores de seguros. Parte desse cenário é decorrente da ampliação dos novos nichos de atuação, como coberturas para executivos, aparelhos eletrônicos, animais de estimação e riscos cibernéticos, que movimentam o mercado de trabalho e demandam corretores especializados. Para ingressar no segmento e se tornar um corretor de seguros é necessário obter o registro profissional junto à Superintendência de Seguros Privados (Susep), concedido àqueles que obtém o Certificado de Habilitação Profissional da Escola Nacional de Seguros. Uma das maneiras de conquistar o certificado é por meio da aprovação no Exame para Habilitação de Corretores de Seguros, que está com inscrições abertas. Ministradas pela Escola, as provas serão realizadas entre 3 e 6 de setembro, em 12 localidades: Belo Horizonte (MG), Blumenau (SC), Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Vitória (ES). Para prestar o exame é necessário ensino médio completo e maioridade. Os interessados devem se inscrever pelo ens.edu.br, onde mais informações estão disponíveis. Cursos preparatórios a distância Os cursos oferecidos pela ENS incluem material didático atualizado e abordam as áreas de Capitalização e Vida e Previdência, Demais Ramos, e Todos os Ramos de Seguros. Além disso, os alunos matriculados nos cursos preparatórios têm direito a desconto na taxa de inscrição do...

Clube dos Seguradores da Bahia recebe Presidente da Travelers Seguros

O Clube dos Seguradores da Bahia receberá mais uma vez o Presidente da Travelers Seguros, o executivo Leonardo Semenovitch no encontro que será realizado no próximo mês (03.08) no Hotel Fiesta em Salvador/BA, tendo como tema “ Inovação, Cultura e Performance”. Este encontro também será marcado pelo retorno do Presidente do Clube Fausto Dórea, que teve que se ausentar durante 2 meses por motivos de saúde. Segundo o Presidente do Clube, voltar recuperado e ainda num evento onde estarão todos os seus amigos, revendo sua diretoria e os sócios após seu afastamento, será uma enorme alegria. “ Estou de volta e pronto para receber a energia positiva dos amigos e associados que fazem do evento do clube, um case de sucesso”, finaliza. Vale ressaltar a importância de Fausto, como profissional comunicador e líder. Um ícone no segmento de seguros que traz consigo uma disposição impressionante em prol dos corretores. Sua garra e empenho são visivelmente percebidos nos encontros, distribuindo carisma e comprometimento no que faz. E como diz o próprio “ Viva o Clube dos Seguradores e Viva a Bahia”. São esperados neste encontro aproximadamente 150 convidados, entre eles, mais de 100 corretores e executivos do setor. O post Clube dos Seguradores da Bahia recebe Presidente da Travelers Seguros apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Clube dos Seguradores da Bahia recebe Presidente da Travelers...

Crescente risco judicial eleva contratação de seguro garantia

Uso do seguro garantia judicial é uma alternativa encontrada pelas empresas para não terem que alienar ou congelar bens, apresentar caução em dinheiro ou fiança bancária como garantia do pagamento de dívida O mercado de seguro garantia judicial no Brasil cresceu 46,67% e movimentou R$ 2,2 bilhões em 2017, resultado superior a R$ 1,5 bilhão registrado em 2016, segundo levantamento da consultoria de risco e corretora Marsh que analisou dados das seguradoras reportados para a Susep nos dois períodos. Em 2017, a modalidade judicial representou cerca de 85% do total do mercado de Seguro Garantia. Essa tendência refletiu na carteira da Marsh. Em 2017, as garantias judiciais tiveram uma expansão de 50% em relação a 2016. Para 2018, a corretora projeta novo crescimento na ordem de 30%. “É grande o número de empresas brasileiras que enfrentam processos tributários, trabalhistas, cíveis e recuperações judiciais no âmbito federal, estadual e municipal. O uso desse seguro foi a alternativa encontrada por elas para não terem que alienar ou congelar bens, apresentar caução em dinheiro ou fiança bancária para garantir o pagamento de dívida. Nosso diferencial perante o mercado, é apoiar nossos clientes para encontrarem a melhor solução de alocação de capital e desenvolver soluções diferenciadas de aprovação de crédito”, afirma Luis Guilherme Menezes, diretor de garantia e crédito da Marsh Brasil. “Contamos com uma estrutura global e capilaridade importantíssima trazendo resultado para o cliente final”, diz Menezes. “Inclusive, em muitas ações já em tramitação, outras modalidades de garantias caucionadas foram substituídas por apólices de seguros que são menos onerosas. Isso fez com que a garantia judicial concentrasse a maior parte da produção...

Berkley empossa novo superintendente e promove gerente em BH

No início de julho, em Belo Horizonte, a Berkley aconteceu a cerimônia de posse do novo superintendente regional, Renato Martins, que estará à frente das operações da companhia nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, além das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. De acordo com o diretor comercial Marcelo Benevides, por se tratar de regiões estratégicas para a companhia, a Berkley buscou no mercado um profissional com experiência e relacionamento consolidado junto aos corretores da região. “Queremos dar continuidade ao crescimento e fortalecimento da marca Berkley”, ressalta o executivo. Em alinhamento com a estratégia comercial focada na busca do desenvolvimento e consolidação das parcerias existentes, a companhia está ampliando sua estrutura regional e promoveu a gerente comercial Bruna Rios a gerente da Filial Minas Gerais e Centro-Oeste. O presidente da Berkley, José Marcelino Risden, explica que a promoção da executiva está ligada ao importante papel desempenhado pela profissional. “Essas mudanças proporcionam uma estrutura bastante interessante para a nossa operação em Minas e na região Centro-Oeste. Com isso, esperamos que os corretores locais se sintam bem atendidos”, diz o presidente da Berkley. No caso de Martins, Risden diz que ele é um profissional bastante experiente que traz uma grande bagagem para a seguradora. “Com isso temos a expectativa de atender todo o Estado de Minas Gerais. Ele conhece todas as linhas de negócios e conhece muito bem o mercado mineiro”. O post Berkley empossa novo superintendente e promove gerente em BH apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Berkley empossa novo superintendente e promove gerente em...

Susep multa em R$ 3 milhões associação de proteção veicular

A Susep aplicou multa no valor de R$ 3 milhões a Associação Amigos Clube de Benefícios por julgar subsistente processo administrativo instaurado pela Coordenação-Geral de Julgamentos da autarquia. Essa associação descumpriu normas previstas no art. 17, da Resolução 243/11 do CNSP, a qual estabelece que as infrações e sanções aplicáveis a quem realizar operação de seguro, cosseguro, resseguro ou capitalização sem a devida autorização serão punidas com multa no valor igual à importância segurada ou ressegurada. A associação foi notificada do seu direito de interpor recurso ao Conselho de Recursos do Sistema Nacional de Seguros Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização – CRSNSP, o que deverá fazer no prazo máximo de 60 dias. Caso haja renúncia do direito de interpor o recurso, a associação poderá pagar, no mesmo período, o valor de R$ 2.250.000,00, já deduzido o desconto de 25% da multa aplicada. A Guia de Recolhimento da União – GRU para o referido pagamento deverá ser retirada na sede da Susep (Av. Presidente Vargas 730 – Centro – Rio de Janeiro-RJ), onde também poderá ser obtida vista e retirada de cópias dos autos. Decorrido o período de 60 dias, sem que tenha sido providenciado o respectivo pagamento, os autos do processo serão enviados a Procuradoria Federal instalada na SusepP para procedimento de inscrição na Dívida Ativa da União. Além disso, caso não haja o pagamento, o referido débito será inscrito no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Federais – CADIN, após 105 dias contados da data de publicação O post Susep multa em R$ 3 milhões associação de proteção veicular apareceu primeiro...

Porto Seguro alarme mais destinado para empresas de qualquer porte

O Porto Seguro Alarme Mais é um produto indicado para empresários, pois com ele é possível acompanhar em tempo real tudo o que está acontecendo em sua empresa até mesmo quando você não está lá. Por meio do app destinado ao seu smartphone ou tablet, o usuário tem acesso a inúmeras vantagens e a principal delas é a garantia de que sua empresa está sempre segura. O Porto Seguro Alarme Mais é um produto indicado para empresários, pois com ele é possível acompanhar em tempo real tudo o que está acontecendo em sua empresa até mesmo quando você não está lá. Por meio do app destinado ao seu smartphone ou tablet, o usuário tem acesso a inúmeras vantagens e a principal delas é a garantia de que sua empresa está sempre segura. O grande diferencial do produto está nas câmeras bidirecionais, pois por meio delas, o dono da empresa pode falar com qualquer um dos seus colaboradores independentemente do local que estiver. O Porto Seguro Alarme Mais tem ainda uma central de controle biométrico. Por meio dela, ficará fácil fazer o controle dos horários de entrada e saída dos seus funcionários. Sem falar na presença do botão de pânico. Basta apertar uma única vez para conseguir ajuda. O post Porto Seguro alarme mais destinado para empresas de qualquer porte apareceu primeiro em CQCS. Source: CQCS Porto Seguro alarme mais destinado para empresas de qualquer...

Insurtech recebe “OURO” por ações de segurança no trânsito

Entre tantas empresas, a  Thinkseg conta com diversos posts e vídeos, que foram veiculados durante o Maio Amarelo premiados pelo Observatório Nacional de Segurança Viária A Thinkseg foi premiada, entre outas quatro mil empresas brasileiras, pelas ações de prevenção a  acidentes no trânsito, divulgadas nas redes sociais, durante a campanha o Maio Amarelo. Ao todo foram 14 vídeos e 27 posts no instagram e facebook. O mês de maio é o escolhido como período voltado exercitar a reflexão e consciência a respeito da segurança de todos no trânsito. A Thinkseg ficou na primeira categoria, chamada “ouro”, ao lado da empresa Uber. “Para a premiação, selecionamos as ações por sua criatividade, implementação, número de pessoas atingidas e grau de dificuldades na elaboração e implantação delas”, afirma o diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), José Aurélio Ramalho. O observatório é o coordenador nacional do Movimento Maio Amarelo. No mercado, apenas 10 representantes da iniciativa privada receberam premiações, separadas em três categorias: ouro, prata e bronze. Entre eles, conquistaram “Ouro” as empresas Thinkseg, Uber e Zoom Education. Os 27 posts da Thinkseg, relacionados à prevenção de acidentes no trânsito, foram visualizados por 2 milhões de pessoas nas redes sociais durante o Maio Amarelo. Já os 14 vídeos tiveram 130 mil visualizações durante o mesmo período Durante maio, o ONSV observou mais de 3 mil ações de empresas que apoiaram a campanha. Quatro profissionais que fizeram a análise, diariamente, acompanharam cada publicação. É o segundo ano que o observatório promove a premiação.   O diretor-presidente do ONSV, José Aurélio Ramalho,  afirma que o objetivo da premiação é reconhecer, além de também...

Empresa de monitoramento de veículos lança solução inovadora

A Sat Company acaba de lançar o primeiro rastreador híbrido do mercado, que une RF Lora (radio frequência) à tecnologia GPS/GPRS. O objetivo da solução é aumentar os índices de recuperação que vinham sendo afetados negativamente pelo uso de inibidores de sinais (jammer). Para dificultar a identificação e retirada do rastreador, a equipe de engenharia da empresa preocupou-se com a descaracterização do equipamento. “O resultadoé que o rastreador passou a ser imperceptível já que possui o formato de uma peça original do veículo, hora uma buzina, hora um módulo de injeção ou ignição”, explica Marco Puerta, CEO da Sat Company. Um dos desafios do projeto foi conseguir utilizar a tecnologia rádio frequência Lora em todas as ocorrências de roubo e furto que envolvessem os veículos rastreados pela empresa. A solução encontrada foi o desenvolvimento de uma rede proprietária, compostas de várias células que se intercomunicam. “Na prática, todos os veículos que possuem o equipamento R12 Lora instalado funcionam como antenas receptoras e transmissoras, formando atualmente a maior rede de cobertura RF Lora do Brasil. Uma vez que utilizem inibidores de sinais durante as ocorrências o equipamento detecta a perda do canal GPS/GPRS e através do RF Lora emite um sinal de S.O.S ao veículo da base mais próximo a ele”, esclarece Puerta. Outro ponto-chave do dispositivo é que ele possui telemetria embarcada, possibilitando por meio da instalação do R12-Lora, o monitoramento do perfil do condutor. A precificação do seguro de forma individualizada, que já acontece na Europa é tendência no mercado segurador do Brasil, por esta razão a Sat Company fez questão de manter a tecnologia GPS/GPRS como tecnologia...