Informativo CCS – 34ª Edição

Após fecharmos um ciclo que vinha se desenvolvendo desde 2009, com a retomada do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro, por Amilcar Vianna e eu, dá-se o início de uma nova etapa, com Fabio Izoton no comando do CCS-RJ.

É a renovação, oxigenação e mudança batendo à nossa porta, como tanto desejávamos. Os ciclos de liderança devem ser renovados, por melhor que sejam. Faz parte da prática democrática a alternância de poder. Ninguém deve se perpetuar no comando, em nome de uma proposta seja ela qual for. O mundo se transforma cada vez mais rapidamente e é preciso renovar o fôlego para acompanhar as sucessivas mudanças. É com este exemplo para os nossos associados e todas as entidades parceiras que encerramos o nosso período de governança no CCS-RJ.